República Checa, Praga – O que fazer?

Agora que já sabem tudo acerca das informações úteis levanta-se a célebre questão: o que fazer? (Se ainda não viram o post anterior, acedam aqui).

Estivemos 3 dias em Praga e conseguimos ver praticamente tudo. Praga tem imensas coisas que podem ver e fazer, desde monumentos a arte urbana. Fomos de propósito em Dezembro para o nosso primeiro mercado de Natal e deixamos algumas dicas do que não podem mesmo perder:

Ponte Karlův most – É um dos pontos altos de Praga. Atravessa o Rio Vltava e faz a travessia entre a parte mais antiga da cidade (cidade velha) até ao atual bairro de Malá Strana. Remota ao ano de 1357 e é lindíssima.

 

Praça da Cidade Velha (Staroměstské náměstí) – Um dos nossos mercados de natal preferidos fica nesta praça. Entre morangos com chocolate branco derretido e uns queijos maravilhosos foi a arquitetura da cidade velha quem nos arrebatou os corações. É considerada uma das praças mais bonitas da Europa.

Relógio astronómico –  É um dos marcos da cidade de Praga e não há quem a visite sem passar por ele. Infelizmente na altura em que o visitámos estava em obras e não o conseguimos apreciar como ele realmente merece.

Rua Pařížská, Bairro Judeu (Josefov) e o Antigo Cemitério Judaico (Starý židovský hřbitov) – é de cortar o coração e é indescritível o que sentimos naquele sítio. Super aconselhamos a entrar e a ver com os vossos próprios. O número de lápides e a quantidade de pessoas sepultadas é incerto tendo em conta que existem várias camadas sob as lápides atualmente visíveis. Ainda assim estima-se que existam cerca de 12 mil sepulturas à vista e 100 mil no total.

 

 

Sinagoga Espanhola – Comprámos o bilhete com direito a todas as Sinagogas e ao Cemitério Judaico. A Sinagoga Espanhola foi a nossa preferida. É lindíssima e ótima para tirar umas fotos.

 

Parque Petřín – chegámos até ele através do funicular e aproveitamos para visitar a Torre Petřín. Tem 60 metros de altura e uma estrutura idêntica à da Torre Eiffel. Este é o miradouro mais alto de Praga e um dos mais bonitos.

 

Labirinto dos Espelhos – O Guilherme só tinha 8 meses e ficou encantado com o labirinto de espelhos. É super giro e uma experiência descontraída que nos faz lembrar os nossos tempos de criança. Não achamos que seja muito barato mas se tiverem confortáveis a nível de orçamento, visitem.

 

Castelo de Praga – A história de Praga começou aqui. Vimos o pôr do sol no Castelo de Praga e foi magnifico. Ainda não descobrimos palavras para descrever a vista a partir daqui. Ainda tivemos sorte e vimos a troca da guarda.

Catedral de São Vito – Infelizmente estava fechada quando a visitámos e foi uma pena. Vão porque pelo que têm partilhado connosco, vale mesmo a pena. Encontra-se dentro do Castelo…

Rua do Ouro – é um dos lugares mais fofinhos e fica no interior do recinto do castelo. Com casinhas coloridas conta a história dos antigos ourives. Agora foi aproveitada por artesãos e tem várias lojinhas. É também conhecida porque na casa de número 22 viveu Franz Kafka, um dos escritores mais influentes do século XX, entre 1916 e 1917. A casa das marionetas foi a nossa preferida!

Torre da Pólvora – A torre foi construída em 1475 como sendo uma das 13 portas da muralha fortificada e que davam acesso à cidade. No seu interior é possível contemplar a “Cidade das Cem Torres” sendo, esta, uma das torres mais especiais.

Praça Venceslau – é o centro da Cidade Nova e mede 750 metros de comprimento por 60 metros de largura. O marco histórico mais dominante aconteceu em novembro de 1989 quando, aqui, uma manifestação contra a brutalidade policial deu início à Revolução de Veludo e à queda do comunismo.

Museu do Comunismo – é um museu pequeno mas que nós adorámos. O museu retrata toda a revolução de Veludo desde a propaganda até à censura.

 

Lennon Wall – Adoramos street art e, por isso, talvez este tenha sido um dos nossos sítios preferidos. É uma homenagem a John Lennon e foi criado por um grupo de jovens após Lennon ter sido assassinado, a 8 de Dezembro de 1980. O muro já foi pintado várias vezes e, mesmo com vigilância, os grafitis e as mensagens contra o comunismo voltaram a aparecer. Este não é só como um memorial ao ex-Beatle e aos seus ideais de paz como é, também, uma manifestação pela liberdade de expressão.

Fizemos também um passeio perto da ponte Karlův most e estivemos em contacto com alguns patos. Dão umas fotos maravilhosas mas tenham atenção porque eles roubam-nos a comida e outras coisas a que achem piada.

 

Por fim, não deixem de espreitar a rua mais pequena do Mundo com apenas 50cm de largura e 14 metros de comprimento. Fica em Vinarna Certovka e até semáforos de piões tem…

Esperamos que gostem e que se divirtam tanto quanto nós!

 

Share the love:

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *