Hemodiálise

Saúde em primeiro lugar

Outro dia li uma frase de Charles Darwin que me fez pensar nos tempos que vivemos. “Não é o mais forte da espécie que sobrevive, mas o que melhor se adapta”extensa. Ter consciência da realidade e fazer tudo o que está ao nosso alcance para nos adaptar a ela é essencial para manter uma vida saudável.

No meu caso, gerir mudanças no meu dia-a-dia tem sido uma constante nos últimos 3 anos. Primeiro veio a dialise e os três tratamentos que tenho mesmo que fazer todas as semanas. Com todas as limitações que a doença impõe integro rotinas de tratamento e procuro ao máximo viver uma vida preenchida. Nos últimos meses, os desafios aumentaram com o aparecimento da pandemia e o que parecia ser temporário veio revelar-se mais longo do que o esperado. Para me proteger e adaptar às circunstâncias iniciei bem cedo uma quarentena opcional que se prolongou até ao nascimento do Manuel. Nas saídas diárias, tenho sempre presente todas as regras de proteção.  

A utilização de máscara não tem de ser obrigatoriamente uma chatice. Temos de olhar para ela como a única forma de proteção que temos ao nosso alcance, assim como a lavagem frequente das mãos e correta desinfeção. Devemos usá-la sempre que saímos, idealmente não só para espaços fechados. Não se esqueçam que a nossa imunidade é mais frágil e que a proteção pode ser a nossa melhor amiga! Adaptarmos aos desafios dos dias de hoje passa muito por usar uma máscara. Para todos nós! Ter consciência da realidade e fazer tudo o que está ao nosso alcance para nos adaptar a ela é essencial para manter uma vida saudável.

Share the love:

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.