Guia de Madrid

Madrid é uma das nossas cidades do coração. Foi o primeiro lugar para onde viajámos juntos e, esta foi a 5 vez que a visitámos. 

Conseguimos ver Madrid de uma forma mais tranquila, aproveitando mais o que já sabíamos que íamos gostar e evitando multidões e confusões noutros locais.

Como chegar?

Foi a primeira vez que chegámos a Madrid de carro e foi bastante simples. Apenas pagámos portagens em Portugal. Para quem visita Madrid de avião, existem já várias companhias que fazem o trajetos low cost. Podem chegar através de táxi, autocarro ou metro.

Na nossa opinião, o metro é a melhor opção: fica bastante em conta e o trajeto Barajas-centro faz-se em cerca de 45 minutos. 

Como se deslocar?

Dentro de Madrid é bastante fácil andar a pé. Nós defendemos que, ao andarmos a pé, acabamos por conhecer melhor as cidades e os sítios que nos recebem e, por isso, não nos custa nada fazer a maioria do percurso a pé. Para quem não gosta de caminhar, o metro é uma das melhores opções: é bastante organizado e as linhas chegam a todo o lado. Existem dois tipos de passes que podem adquirir: o passe “10 viagens” e têm acesso a 10 viagens dentro da zona 1 ou, o passe turístico onde podem selecionar entre 2 a 7 dias e os preços variam consoante os dias quem ficarem. Este passe é ilimitado e podem utilizá-lo à vontade, dentro deste período e dentro da zona 1.

O que visitar (algumas das nossas sugestões): 

  • Parque del Retiro – o nosso parque preferido. Perfeito para passear e até dormir a sesta. Existe a possibilidade de alugar um barco a remos por 6€/45min e é uma atividade muito gira.
  • Palácio de Cristal – fica dentro do parque del retiro e é todo em vidro. É lindo!
  • Mercado de S. Miguel – Se procuram boas tapas e bom vinho, este é o sitio ideal. É uma experiência muito boa mesmo não tendo espaço para sentar.
  • Plaza Mayor – Já apareceu em alguns filmes e tem também uns restaurantes onde podem provar algumas iguarias. A praça tem várias entradas e, em todas elas, conseguem encontrar várias lojas de doces, gomas, presunto, bocadinhos e afins.
  • Sol – é um dos locais mais centrais e, a partir daqui, chegam a quase todo o lado.
  • Gran vía – é uma avenida cheia de movimento e lojas. Encontram-se várias marcas para todos os bolsos.
  • Museu do Prado – cheio de arte, respira arte!
  • Jardim botânico – em algumas alturas do ano/alguns dias, existem concertos no jardim.
  • Palácio de Cibeles – uma arquitetura linda onde não pode faltar uma fotografia, nem que seja à noite com o palácio iluminado.
  • Templo de Debod – Um dos nossos locais preferidos para ver o pôr-do-sol.
  • Parque Warner – não fomos desta vez porque não tivemos tempo mas é um dos parques de diversões mais giros da Europa.

Onde comer:

  • Mercado de S. Miguel
  • Taberna Elisa
  • Tasca Celso y Manolo
  • Tres por Cuatro
  • La primera
  • Streetxo
  • Tripea
  • Gofio

Dicas úteis:

A água de Madrid é uma das que tem maior qualidade por isso, podem beber água da torneira à vontade;

Cuidado com os carteiristas. São profissionais e conseguem roubar carteiras e telemóveis dos locais mais difíceis. Mochilas sempre à frente!

Se forem da carro podem deixá-lo em Barajas, num parque de estacionamento de terra batida, é gratuito e chegam facilmente ao centro.

Share the love:

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *